Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

querotrazerapoesiaparaarua

querotrazerapoesiaparaarua

O Retrato De Dorian Gray Na Minha Alma

O Retrato de Dorian Gray na minha alma
Estilhaça-se em fagulhas cruéis
Saem de mim, braços violentos
Capazes de dobrar os silêncios antigos
Em teias assassinas
Para amordaçar os dias
Num estrangulamento de raiva

Não vivo. Abocanho tudo em redor de mim
Numa fúria de vulcão ressuscitado
Numa loucura de quotidiano em Apocalipse
Numa transcendência de sangue roubado
Ossos moídos, triturados
Ao longo das eras

De dia, mastigo envergonhada os gemidos
Do cansaço
De noite, os uivos dominam o espaço
Num rigor de destruição abominável

Deixei de cingir em mim o tempo
É ele que me torce e arranca
Numa brutalidade de fera ferida
Numa vingança lenta e talvez premeditada
Pelo garrote velho da racionalidade esventrada

O Retrato de Dorian Gray na minha alma
Abre-se em gritos e punhais
Para assassinar no presente
O passado que vivi

Ana Wiesenberger

Imagem - David Walker
23-11-2012David Walker

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Corredores, 2015

Portugal, Meu Amor, 2014

Idades, 2012

Dias Incompletos, 2011

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D