Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

querotrazerapoesiaparaarua

querotrazerapoesiaparaarua

Sinto O Meu Povo A Borbulhar De Raiva

Honoré Daumier
Sinto o meu povo a borbulhar de raiva
A voz sangrada
já não teme ser sangrenta
As camisas rotas que o desespero amotinou
Não se vêem nas vestes
Só na voz e nos gestos crispados

O meu povo minado de roubo e corrupção
Ameaça barreiras
Ergue as bandeiras
De uma dignidade ultrajada
Num quotidiano de medo e repressão

Foram-se os postos de trabalho
E a esperança de serem recuperados
Foram-se os nossos filhos além-fronteiras
Por verem negadas as perspectivas de vida
E o reconhecimento das qualificações

Meu povo triste, de gerações maceradas
Ainda na memória do hoje
Que se quis acreditar democrático

Meu povo
Tocha de coragem em tempo de fome e de amargura
Ultrapassa a sombra da resignação
E Reivindica o teu país

Meu povo
Povo de Portugal
Queimemos os elos da hipocrisia malfazeja
Rasguemos com os nossos dentes cansados
As mordaças dissimuladas deste poder
Sejamos a força das quinas da nossa bandeira
Salvemos a nossa terra, a nossa herança
O nosso hino
Tracemos de novo, com coragem
O destino da nossa pátria

16-09-2012
Ana Wiesenberger (in Portugal, Meu Amor)

Imagem - Honoré Daumier

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Ana Wiesenberger 30.07.2013

    Obrigada pelas suas palavras. É muito bom sentirmos que fomos compreendidos na intenção do verbo a construir o poema.
    Um abraço
    Ana Wiesenberger
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Corredores, 2015

    Portugal, Meu Amor, 2014

    Idades, 2012

    Dias Incompletos, 2011

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D